segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Arrumando as malas

Sábado foi dia de arrumar as malas e seguir para novo desafio: mestrado em Jornalismo, na cidade de Aarhus, Dinamarca. O segundo ano do curso, especialização em Mídia e Política, será na Universidade de Amsterdã.


Na mala vão junto presentes recebidos sexta-feira no meu último dia de trabalho no Ministério dos Assuntos Econômicos: dois livros sobre expressões idiomáticas holandesas. Isso porque, volta e meia, eu perguntava aos meus colegas o significado e origem das mais diversas expressões holandesas - e como há! Vou lê-los de capa a capa, apesar de um deles ser um léxico.


Também um livro sobre como funciona o cérebro na hora de tomarmos decisões, recebido de Jos Hermsen, da Agência Holandesa de Promoção Empresarial, AgentschapNL; dele ganhei ainda uma manta, presente de uma colega que não pôde ir à minha despedida; por fim, um calendário com fotos de Haia, presenteado por Mark Rotenstein, um dos diplomatas holandeses responsáveis por Brasil no Ministério das Relações Exteriores. No iPad, a foto com a competentíssima Hedwig Duteweerd, responsável pelas relações comerciais com o Brasil no Ministério e com quem trabalhei nos últimos quatro meses.


Para a despedida, com a fundamental ajuda do Robbert van Hattem e da sua amiga Candice, organizamos um happy hour brasileiro, com direito a caipirinhas, pão de queijo, queijo de minas e goiabada e negrinhos - ou brigadeiros. E um pouco de boa música brasileira. Todos adoraram! 


Despedidas são sempre duras e minha experiência no Ministério marcou como poucas coisas marcaram na minha vida, mesmo tão curta. O que diminui a saudade, certamente, são o começo do meu próximo estudo, justamente na área em que comecei minha vida profissional: jornalismo e comunicação; e o início das atividades da minha consultoria em relações econômicas internacionais bilaterais, empresa que já está rodando na Holanda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário