sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Os chefes que são colegas

Bicicleta é meio de transporte comum
nas visitas a trabalho
Locomover-se de bicicleta: uma das coisas mais adoráveis e agradáveis no meu trabalho.


Estou nos meus últimos dias no estágio que estou fazendo no Ministério dos Assuntos Econômicos, Agricultura e Inovação holandês, mas a saudade já está começando a bater antes de sair. Na foto, está minha chefe da divisão de empreendimentos internacionais de empresas holandesas relacionadas ao Brasil. Acabamos de voltar de uma reunião na Agência holandesa de promoção das empresas do país no exterior, a AgenstchapNL .

Minha chefe está na foto com a bicicleta dela, já que mora em Haia e vai e volta todo o dia ao trabalho com ela. 

Abre parênteses: Falando em chefe, aliás, aqui chamo ela de "colega". Todos os estagiários são "colegas" e todos os superiores são "colegas". Existe hierarquia, claro, mas ela é percebida muito mais sutilmente. Até o premiê chama todos de "colegas" em correspondências. Além disso, a transparência é praticamente total - para que o estagiário possa trabalhar de acordo com as expectativas, ele está em cópia de praticamente todos os e-mails e participa ativamente de reuniões internas e externas e é chamado não só a escutar como a opinar. O que vale é a confiança dos colegas na capacidade de todos de agirem sempre profissionalmente, cumprir prazos e entregar as tarefas combinadas prontas. Empreendedorismo e livre iniciativa incentivados dentro do próprio governo, exatamente por onde deve ser dado o exemplo: seu setor de empreendimentos e negócios internacionais - fecha parênteses.

Eu estou com uma bicicleta de serviço do próprio Ministério. Ela é reservada na recepção, de preferência com antecedência, já que a procura é grande. Às vezes é preciso ver se o prédio ao lado não tem uma sobrando quando chega-se de última hora. Na semana passada, tivemos uma reunião no palácio da Rainha em Haia e também o "chefe" do setor de Mercados Emergentes acompanhou-nos na bicicleta de serviço ao Palácio Real. Ele coordena os trabalhos tanto em relação ao Brasil como outros mercados tipo Rússia e China.

São coisas que não vou esquecer jamais e que levo como experiência profissional e pessoal para o resto da vida. 

Que oportunidade! Pena que está acabando... mas que ótimo que abrirá outras portas na vida, como toda oportunidade bem aproveitada. Posso me dar por satisfeito no próximo dia 7 de setembro, meu último dia de estágio no Ministério dos Assuntos Econômicos, Agricultura e Inovação do Reino dos Países Baixos. Mas vai dar saudades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário