terça-feira, 13 de dezembro de 2011

O ilógico MeuCalendário

Acabei de escrever um texto sobre o MeuCalendário e volto à carga. Disse que não estou irritado, mas o post abaixo vai parecer que sim. Reforço, não estou. Nem quero uma cruzada anti-MeuCalendário. Quero só entender o fenômeno.

E, pois, chego à conclusão de que ele é ilógico.

E mentiroso ainda por cima - até para poder camuflar o ilogismo.

Veja a foto abaixo:


Como assim, 5% completo? Desde quando? Ou, em bom gauchês, "da onde, meu Deus?!" Eu não tenho Birthday Calendar ou MeuCalendário, nunca autorizei nada, então eu não posso ter mais do que 0% dos meus amigos no aplicativo.

Estou enganado?

Já dei a entender no post anterior, mas não usei a palavra apropriada para explicar o fenômeno: ele é ilógico. Se já temos os amigos que estão de aniversário na própria página do Facebook, e se não há nenhuma vantagem adicional em ter o MeuCalendário, qual a lógica em tê-lo?

Em resposta a um post meu no Facebook, meu amigo Fábio von Bourscheid, ensaia uma resposta:

"Publicidade e psicologia andam de mãos [dadas] para explicar esse negócio. Já se tem até o tal de 'neuromarketing' tratando desses tópicos. Fato é que, na média, as pessoas gostam de ferramentinhas figurativas, nem tanto informativas, e grande parte do sucesso desse app é que tem a palavra 'Meu'na frente".

Então tá, parece-me uma explicação lógica para o ilógico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário